Finanças para donos de restaurante

As finanças para donos de restaurante podem ser um grande desafio, como também uma ferramenta muito poderosa. Isso acontece porque entender o lado financeiro da empresa é vital para o seu sucesso, mas é algo raro também.

Não é à toa, portanto, que 50% de todas as empresas do Brasil fecham as portas em menos de 5 anos de atividade: não há grande conhecimento de administração entre os empreendedores.

Ter o controle dos números do seu restaurante é vital para quem quer vender mais, ter mais lucro e garantir o sucesso da sua empresa.

Sim, isso mesmo: dominar as finanças para donos de restaurante não garante só uma melhor administração, traz mais vendas também e uma margem de lucro maior. Para qualquer empreendedor, de qualquer área, é algo muito importante de ter em mente.

E aí, quer conferir como usar as finanças para donos de restaurante para ter mais sucesso? Então siga a leitura abaixo!

5 dicas de finanças para donos de restaurante

1. Entenda a variabilidade de custo

O custo é um dos elementos mais importantes dentro de qualquer empresa. A administração de qualquer negócio depende de saber lidar com o custo de maneira inteligente.

No entanto, no caso de um restaurante, existe uma variabilidade maior. Em alguns casos, o custo é afetado pela maneira como o cliente fez a compra. Quem vende no Rappi, por exemplo, precisa pagar uma taxa que não é cobrada de quem vende presencialmente.

Isso sem falar em modificações por causa da economia. Hoje há um aumento enorme no preço da carne de porco e aves por causa do dólar e da inflação no milho e soja. Isso afeta toda a cadeia produtiva do restaurante.

Portanto, é vital entender como lidar com essa variabilidade de maneira confortável. Alguns estabelecimentos sofrem mais com isso do que outros, mas todos precisam lidar com a situação de alguma maneira.

2. Use a margem de lucro de forma estratégica

A margem de lucro é uma arma muito importante para administradores de qualquer empresa, especialmente restaurantes. Isso porque o preço da comida é um fator significativo na hora do consumidor fazer a sua decisão de compra. Portanto, é vital trabalhar de maneira a explorar a sua margem de lucro de forma estratégica.

Ao controlá-la bem, é possível reduzir alguns preços para ganhar mercado. Por exemplo, se você vender sua pizza a R$ 30,00, enquanto todos os concorrentes vendem a R$ 39,90, você possivelmente ganhará muitos clientes. Se converter metade disso para ser fiel a você quando voltar aos preços antigos, terá um grande aumento de clientes.

Outra estratégia é vender o seu prato principal com perda financeira, mas compensar isso com acompanhamentos. Na prática dá para se destacar no mercado e ainda ter um bom lucro assim.

3. Faça a parte burocrática em dia

O trabalho burocrático da administração é tedioso. Preencher a escrituração contábil, guardar notas fiscais, fazer o fechamento. Enfim, tudo isso é relativamente chato e afasta os empreendedores que gostam de mais ação e dinamismo.

No entanto, é vital fazer essa parte burocrática sempre em dia, pois o risco do serviço acumular gigantescamente em pouco tempo é enorme. Por exemplo, em uma semana você terá tido tanto movimento que não conseguirá mais colocar a demanda burocrática em ordem.

Por isso, faça todos os dias, por mais que não queira. Isso ajudará a garantir boas contas na sua empresa e trará várias vantagens na administração, inclusive na hora de pegar empréstimo.

4. Estude a relação entre perda e aproveitamento de compras grandes

Você provavelmente já ouviu falar que comprar insumos em grandes quantidades é importante para reduzir o seu preço. Afinal, o custo da matéria-prima desse jeito é menor do que em poucas quantidades.

No entanto, um restaurante trabalha com matéria-prima que vence rapidamente.Não dá para guardar itens como carne para sempre. Portanto, é vital estudar a relação entre o aproveitamento dos insumos e sua perda. Qual é o máximo que você consegue comprar sem perder depois? Encontre este equilíbrio para achar a opção mais lucrativa, sem perder dinheiro ou itens.

5. Use crédito de forma estratégica

Por fim, lembre-se de que o crédito pode ter uma função estratégica na sua organização financeira. Ele funciona como uma espécie de máquina do tempo: você não tem o dinheiro que precisa hoje, mas terá no futuro. Então você pega um crédito agora e paga no futuro, apenas.

Se usar isso de forma inteligente, poderá expandir seu negócio, torná-lo mais moderno e eficaz e pagar isso aos poucos.

Pronto! Agora que você viu essas dicas de finanças para donos de restaurante, poderá usar esse conteúdo para administrar melhor a sua empresa. É claro que não é fácil garantir que o seu empreendimento terá sucesso e permitirá que você abra novas filiais, mas um bom conhecimento financeiro evitará erros e permitirá que o seu negócio tenha mais chances de prosperar.

Gostou das nossas dicas? Então comente abaixo dizendo qual delas pareceu mais útil para você!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.