Descubra como aumentar o Score em 2021

Está com dificuldades de conseguir crédito no mercado por causa do seu score? Sabia que algumas práticas bem simples podem melhorar significativamente a pontuação do seu score? Nos dias de hoje, onde o crédito é muito restritivo, um score mais alto pode representar um forte diferencial.

Seja para fazer empréstimo pessoal, financiamento do seu veículo ou casa própria, para ter um cartão de crédito de uma loja liberado, entre outros tantos motivos, ter acesso a crédito é imprescindível em diversos momentos de nossas vidas.

Mas, ainda hoje, muitas pessoas desconhecem o fato de que um score baixo pode impactar diretamente na liberação de crédito, mesmo que você não tenha seu nome sujo. Neste post, você vai saber melhor o que é este score, como aumenta-lo e mantê-lo sempre em alta. Acompanhe.

O que é Score de Crédito

Score de crédito nada mais é do que uma pontuação, que vai de 0 a 1000, para, resumidamente falando, dizer às instituições credoras qual o risco de inadimplência deste ou daquele cidadão, na hora de fornecer crédito ao mesmo.

Vale para diversos tipos de crédito, desde um cartão à um financiamento imobiliário, por exemplo. Este levantamento, que definirá sua pontuação, é realizado por meio de uma avaliação do seu próprio histórico de dívidas capacidade anterior de honrar com seus pagamentos.

Quanto mais perto sua pontuação estiver do 1000, melhor será o seu Score. Isto não significa, necessariamente, que ao solicitar crédito este lhe seja concedido de pronto. Existem outras variáveis que também são analisadas ao se conceder um empréstimo ou financiamento, por exemplo.

Como aumentar score grátis?

Primeiro de tudo, é preciso entender que o score não sobe da noite para o dia. Sendo assim, mesmo que você tome diversas ações positivas para subir sua pontuação, será necessário ainda ter um pouquinho de paciência. Isto porque esta pontuação provém de um currículo financeiro seu.

Além disso, apesar de um score mais alto ser um importante diferencial na hora de recorrer ao crédito, algumas empresas do setor financeiro possuem seus próprios critérios de análise e muitas delas não chegam nem a consultar o score de crédito do consumidor na hora oferecê-lo e/ou concedê-lo.

Isto posto, podemos concluir que, se por um lado ter um score alto não significa crédito pré-aprovado, tê-lo baixo também não representa um impedimento definitivo para conseguir seu empréstimo ou financiamento.

Mas, basicamente, para aumentar sua pontuação e conseguir um score melhor, você precisa:

  1. Limpar seu nome: seu score jamais subirá se você estiver devendo na praça. Negocie com seus credores, não só parcelamentos como taxas. Em geral, ao pagar a primeira parcela, suas restrições ao crédito já são liberadas.
  2. Mantenha seus dados atualizados: o Serasa é uma referência quando o assunto é crédito. Ao quitar suas dívidas, atualize em todos os canais possíveis, principalmente com o Serasa. Cadastre-se no site e regularize-se.
  3. Pague suas contas em dia: ao pagar seus empréstimos, financiamentos, cartão de crédito, etc., sempre em dia, automaticamente, você colabora não só para manter seu score como também para aumenta-lo.

ATENÇÃO!! Não é possível aumentar seu score de outra maneira. Não existe a possibilidade de pagar para uma pessoa ou empresa, por exemplo, para que estes consigam subir sua pontuação. Cuidado com golpistas.

Qual o score Ideal para financiamento?

Como já dissemos logo acima, apenas relembrando, o score não é o único e exclusivo fator analisável na hora de lhe conceder crédito. Ainda existe a questão da própria instituição credora, que pode considerar sua pontuação um fator relevante e decisivo ou não.

Seja como for, um score em torno dos 700 é ideal para conseguir financiar, por exemplo, um carro ou um apartamento, que são os bens de consumo que mais requerem crédito no mercado.

Lembrando ainda que este, claro, é o score mínimo. Qualquer coisa abaixo disso, pode representar um impeditivo na hora de recorrer a crédito e qualquer coisa mais próxima do 1000, maiores as chances de conseguir crédito.

Um score alto ou baixo também colabora para menores taxas de juros, facilitando a negociação.

O que fazer para aumentar o score rápido?

Você perdeu o emprego, desequilibrou suas contas, ficou endividado e chegou a ter restrições de crédito. Isto acontece e muito, ainda mais em tempos de crise econômica, como a que estamos vivendo atualmente por conta da pandemia.

Entenda que as instituições credoras querem continuar lhe dando crédito, afinal, elas se sustentam basicamente disto e, de certa forma, estão cientes das atuais crises e, muito provavelmente, abertas a negociações.

Então, você conseguiu negociar sua dívida e retirar suas restrições. E agora, como financiar, por exemplo, aquele carro com preço de oportunidade se o seu score está baixo?

A única dinâmica possível e mais rápida para subir seu score é quitar suas dívidas, sinalizar isto principalmente ao Serasa e pagar suas contas sempre em dia. Em geral, seguindo esta sequência, a alteração em sua pontuação é quase que automática.

Mas não espere mudanças muito expressivas em sua pontuação logo de início. Tudo vai depender de quanto tempo você ficou inadimplente, quantas instituições estava devendo, entre outros fatores.

Se na hora de regularizar seu nome seu score estiver muito baixo, consequentemente ele não subirá tanto. Como já dito, é preciso um pouco de paciência. Sua credibilidade será resgatada automaticamente, mas com o tempo.

Quanto tempo leva para aumentar o score?

Como já dissemos, opagamento e a regularização de suas dívidasjá aumentam em certa proporção a sua pontuação. No entanto, pontuações mais altas, leva-se um tempo para que o score suba.

Não existe nenhuma fórmula mágica para aumentar o Serasa Scorede uma hora para outra. Por isso, não se engane, se você tem pressa para aumentar seu score, pague o quanto antes suas contas e limpe seu nome. Este é o pontapé inicial para ter seu crédito no mercado de volta com maior rapidez.

Existem alguns mitos e inverdades sobre aumentar o score. Confira os principais para não correr o risco de ser enganado:

  • CPF na nota fiscal aumenta o score: puro mito. Não há qualquer relação entre colocar seu CPF em suas notas fiscais e ter mais credibilidade financeira no mercado.
  • Pagando minha dívida, meu score sobe automaticamente: também é um mito. Ao quitar suas dívidas, o que sobe automaticamente é a sua pontuação e não, necessariamente, seu score.
  • O score representa todo o meu histórico financeiro? Isto é mais um mito. O CDC – Código de Defesa do Consumidor rege que as dívidas prescrevam após 5 anos da data do vencimento inicial. Após este período, portanto, o nome do consumidor não poderá mais permanecer em cadastros de inadimplentes.

Isto não quer dizer, necessariamente, que você não precisa mais pagar esta dívida. Isto significa apenas que tal débito não poderá mais ser considerado no cálculo do Serasa Score.

  • Nem todo mundo pode ver meu score: verdade absoluta. O score é um serviço exclusivo oferecido pela Serasa e que é de conhecimento do próprio consumidor. Sua função é auxiliar empresas credoras na análise de crédito. Demais consumidores, por exemplo, não têm e não podem ter acesso ao seu score.
  • Quem tem mais renda, possui um maior score: isto é mais um mito. O quanto você ganha não tem relação com seu score e sim a sua pontualidade no pagamento de suas contas e dívidas.

E se você tem um bom score e, mesmo assim, não consegue aumentar o limite do seu cartão de crédito, por exemplo, confira as dicas de como fazer isto em nosso artigo Como Aumentar o Limite do Cartão de Crédito”.

E se curtiu este post e quer acompanhar outros de igual relevância, clique AQUI agora e confira.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.